Inteligência Artificial, influenciadores e o universo da beleza, esses três assuntos parecem distantes, mas são bem mais próximos do que você pode imaginar. Vamos analisar alguns dados: 

  • 15 trilhões de dólares: é  valor que a implementação da inteligência artificial nos negócios movimentará até 2030, segundo a Oxford Insights.

  • 13,8 bilhões de dólares: é a quantia que o market size do marketing de influência deve alcançar em 2021 – de acordo o Influencer Marketing Hub.

  • 29,62 bilhões de dólares: foi o faturamento do mercado de beleza no Brasil em 2019, nos levando ao posto de 4º maior mercado mundial de cosméticos e cuidados pessoais – dados do Euromonitor.

Uma empresa que consiga unificar esses três pontos em uma estratégia tem tudo para ter sucesso. E é justamente este o caminho que a beauty tech UAUBox, cliente da Vindi, está seguindo. Em 2020, eles cresceram 3,5 vezes e enxergam um mercado bastante promissor. A marca tem como princípio usar o elemento-surpresa e é totalmente focada na experiência do cliente. 

Este ano, a startup lançou duas grandes ações. A primeira foi o uso da inteligência artificial para personalizar as caixas de assinatura de acordo com o perfil de pele e cabelo dos consumidores. Em uma entrevista para o Portal Propmark, o CEO e fundador da empresa, Guilherme Brunhole, conta que “Usamos muita tecnologia e dados, para entregar os produtos ideais no momento que as assinantes precisam. Temos uma acurácia de 98%, ou seja, só 2% das pessoas cancelam por causa de problemas com produtos”.

A outra iniciativa é o UAUTeam, uma ferramenta focada em influenciadores digitais que tem o objetivo de fomentar o social commerce e ensinar pessoas a se desenvolverem nessa área. Inclusive, conta com conteúdos e videoaulas exclusivos para a formação de pessoas que querem se profissionalizar na influência. Além de um sistema de métricas para acompanhar o número de assinantes que chegam à UAUBox por meio de seu cupom. 

Com essas novidades, em 2021, a startup registrou um crescimento de 200% em suas assinaturas em relação ao ano anterior. A expectativa até o final do ano é atingir R$35 milhões de faturamento. 

O que você escutará neste episódio com a UAUBox:

Neste episódio, nossa anfitriã Bruna Souza, Executiva de Contas na Vindi, conversa com Guilherme Brunhole, CEO e Fundador da UAUBox, uma  beauty tech nascida em 2018 que entrega mensalmente uma experiência personalizada de autoestima. Falamos sobre como a recorrência impulsiona o mercado de beleza no Brasil, o impacto do marketing de influência na decisão de compra dos consumidores, o surgimento de uma escola de influenciadoras, como uma boa experiência influencia a diminuição do churn e muito mais.

Saiba mais sobre a UAUBox: 

🔗  Site da UAUBox
🔗  Site do UAUTeam
📱    Instagram da UAUBox
📱    Instagram do Guilherme Brunhole

Ei, já conhece a Vindi?

Em primeiro lugar, nós somos uma das maiores startups do Brasil, com a plataforma de gestão de pagamentos e de cobrança mais completa do mercado. Dessa forma, nossa solução inclui vendas avulsas, parceladas e a nossa especialidade: vendas baseadas na Economia da Recorrência.

Portanto, se você quiser saber mais sobre nós e conversar com um dos nossos especialistas, nos acompanhe nas redes sociais e visite nosso site.

Além disso, nós estamos prontos para tirar todas as suas dúvidas e ajudar sua empresa a vender mais e sempre!

Chegou agora aqui no Dentro do Ringue?

O Dentro do Ringue foi criado pela Vindi para gerar insights e reflexões para sua empresa vender mais.

Vale lembrar que  buscamos sempre trazer especialistas de mercado que consigam propor debates que ajudem seu negócio a crescer!

Aproveite para conferir mais conteúdos:

As DNVBs nasceram no digital, são super focadas na experiência do cliente, falam direto com o consumidor final, controlam seu produto desde o desenvolvimento em fábrica e não se limitam ao online. Conheça o mundo das Digitally Native Vertical Brands e entenda porque esse modelo de negócio promete bombar nos próximos anos.

Segundo a Venture Capital Astella, o Brasil se tornou um dos mercados mais dinâmicos e cheio de oportunidades para o modelo de negócio das DNVBs.

De acordo com Andy Dunn, criador do termo e fundador da Bonobos, para uma empresa ser de fato uma marca vertical digitalmente nativa, ela precisa nascer com base em 4 critérios:

    • nascer no meio digital,
    • ser verticalizada,
    • ser extremamente focada na experiência do cliente
    • não precisar se limitar ao digital.

Aproveite e leia também: 11 modelos de negócio que podem aproveitar a recorrência


O que você escutará neste episódio:

Vamos falar sobre o que são as DNVBs, como esse modelo de negócio combate ineficiências do mercado e aprender sobre empreendedorismo e marketing. Vem com a gente!


Nossa anfitriã, Juliana Spitaliere, Coordenadora de Marca e Conteúdo na Vindi, conversa com:

  • Rapha Avellar, empreendedor em série e fundador da Adventures Inc.


Ei, já conhece a Vindi?

Em primeiro lugar, nós somos uma das maiores startups do Brasil, com a plataforma de gestão de pagamentos e de cobrança mais completa do mercado.

Dessa forma, nossa solução inclui vendas avulsas, parceladas e a nossa especialidade: vendas baseadas na Economia da Recorrência.

Portanto, se você quiser saber mais sobre nós e conversar com um dos nossos especialistas, nos acompanhe nas redes sociais e visite nosso site.

Além disso, nós estamos prontos para tirar todas as suas dúvidas e ajudar sua empresa a vender mais e sempre!

Chegou agora aqui no Dentro do Ringue?

O Dentro do Ringue foi criado pela Vindi para gerar insights e reflexões para sua empresa vender mais.

Além disso, nos preocupamos em sempre trazer especialistas de mercado que consigam propor debates que ajudem seu negócio a crescer!

Aproveite para conferir mais conteúdos no blog da Vindi:

Ouça também: #20 Social Media no B2B: Como destacar a marca da sua empresa?